Do barroco para o barroco

A Fundação Bienal de Cerveira acolheu, em parceria com o “Carpe Diem Arte e Pesquisa”, a exposição “Do barroco para o barroco – está a arte contemporânea”, que esteve patente em Santiago de Compostela, na Casa da Parra, no âmbito da 17ª Bienal de Cerveira. Este projeto curatorial de Lourenço Egreja e Fátima Lambert foi composto por 18 autores que possuem como denominador comum a exigência e ética de conceção e criatividade que os move.

Curadores:  Fátima Lambert e Lourenço Egreja

Artistas representados: Gabriela Albergaria (PT) | Cristina Ataíde (PT) | Daniel Blaufuks (PT) | Amélie Bouvier (FR) | Pedro Calapez (PT) | Manuel Caeiro (PT) | Jeanine Cohen (BE) | Ângela Ferreira (PT) | Ramiro Guerreiro (PT) |Gabriela Machado (BR) | Vera Mota (PT) | Ding Musa (BR) | Rodrigo Oliveira (PT) | Claire De Santa Coloma (AR) | Alejandro Somaschini (AR) | Jose Spaniol (BR) | Pedro Tudela (PT) | João Pedro Vale & Nuno Alexandre Ferreira (PT)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone